o que é esteriótipo

Afinal, o que é estereótipo? Entenda aqui!

Você já ouviu falar em estereótipo? Esse é um termo bastante comum e usado quando se aborda uma imagem atribuída a pessoas de determinados grupos sociais, baseada em preconceitos e sem fundamento teórico algum.

Os estereótipos surgem a partir de uma ideia simplista, gerada pelo senso comum, para generalizar o ser humano e suas ações. Tais ideias preconcebidas foram criadas pelas mais diversas sociedades de modo tão estrutural que ainda hoje perpetuam entre as gerações, resultando em padrões de pensamento subjugador.

Para evitá-los, portanto, é essencial entender o que é estereótipo, como ele costuma ocorrer e maneiras de desconstruí-los a fim de não continuar reproduzindo preconceitos.

O que são os estereótipos

A palavra “estereótipo” vem do grego stereos e typos, formando estereo + tipo, que significa “impressão sólida”. Ou seja, como vimos no começo deste artigo, trata-se de ideias preconcebidas sobre pessoas, coisas ou situações que são usadas, na maioria dos casos, para limitar ou segregar um grupo de indivíduos dentro da sociedade .

Os principais estereótipos são, por exemplo, de gênero, de beleza, econômico, social, étnico, racial e cultural. Logo, eles se manifestam em opiniões e atitudes machistas, racistas, xenofóbicas, misógina, religiosamente intolerantes e homofóbicas.

A importância de desconstruí-los

A estereotipação surge e se reproduz pelas culturas, mas é nos diferentes veículos, como a linguagem humorística, a televisão, a internet e outros meios de comunicação, que elas ganham força. Uma vez enraizadas, elas acabam repetidas até mesmo inconscientemente, porque estão diretamente relacionadas a conceitos históricos e geográficos.

Há anos, os estereótipos oprimem minorias sociais, levando, geralmente, à marginalização delas. Por isso, é tão importante desconstruí-los. Essa é uma forma de combater preconceitos, promovendo o pensamento crítico, o embasamento teórico e o respeito às diversidades — sejam elas sexual, cultural, intelectual, religiosa etc.

Depois de saber o que é estereótipo e por que devemos acabar com ele, veja como é possível, na prática, evitá-lo.

Como quebrar estereótipos

Se desejamos uma sociedade justa e inclusiva, precisamos romper rótulos que limitam a convivência. Isso quer dizer que devemos exercitar, diariamente, a empatia, o conhecimento teórico e o interesse pelo próximo, não só em nós mesmos como também nas pessoas que nos cercam. Ao se deparar com uma situação de estereotipação, tenha em mente que faz parte de sua responsabilidade enquanto cidadão combatê-la.

Veja, a seguir, alguns exemplos práticos de como quebrar estereótipos em seu dia a dia:

  • Amplie o diálogo com grupos estereotipados para compreender suas realidades
  • Reflita sobre os conceitos que foram preestabelecidos a você
  • Busque estudar outras culturas e ideias
  • Dê espaço à diversidade, incluindo pessoas de minorias sociais em seus projetos
  • Converse com pessoas do seu ciclo social acerca dos preconceitos e ajude-as a identificar impressões equivocadas
  • Antes de reproduzir um conceito preconcebido, pesquise o assunto, reflita e forme uma opinião crítica

Não basta somente saber o que é estereótipo, é fundamental assimilar que a quebra de preconceitos cabe a todos os indivíduos da sociedade. Assim, é possível avançar juntos rumo a um futuro próspero. Afinal de contas, já dizia o ditado “a união faz a força”.

Curtiu este artigo? Então compartilhe-o com seus amigos nas redes sociais e ajude-os também a aprender sobre estereótipos e como combatê-los. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *